O distanciamento físico na prevenção do novo coronavírus

Autores*: João Pedro Thimotheo Batista, Leandra Prates Diniz, Gabriella Yuka Shiomatsu, Vitor Yukio Ninomiya, Ricardo Tadeu de Carvalho.

Você sabe o que é e qual a utilidade do distanciamento físico? No contexto de disseminação rápida de uma doença transmissível, como a covid-19, a adoção de medidas de prevenção torna-se muito importante. O distanciamento físico, que é diferente do social, é uma dessas e vem se mostrando muito eficiente!

Quer saber mais sobre como funciona o distanciamento físico e como você pode colocá-lo em prática? Então acompanhe o nosso post!

Como funciona o distanciamento físico?

O termo distanciamento social significa manter uma distância segura entre você e outras pessoas que não pertencem à sua casa. Uma de suas formas é conhecida como “distanciamento físico” e, hoje, a recomendação é manter-se a uma distância de 2 metros (cerca de 2 braços) de outras pessoas. Essa recomendação deve ser observada tanto em espaços internos, como restaurantes, quanto externos, como parques e praças públicas. 

 

Medidas de prevenção da covid-19 que devem ser realizadas junto do distanciamento social.

 

O distanciamento físico deve ser praticado em combinação com outras medidas preventivas diárias, incluindo o uso de máscaras faciais cobrindo nariz e boca, evitar tocar o rosto com as mãos sujas e lavar as mãos com água e sabão ou álcool em gel de 70% de álcool.  

 

Por que praticar o distanciamento social? 

Sabemos que o coronavírus se espalha principalmente entre pessoas que estão em contato próximo. A propagação acontece quando uma pessoa infectada tosse, espirra ou fala e gotículas são lançadas no ar, caindo na boca ou no nariz das pessoas próximas. As gotículas também podem ser inaladas até os pulmões. Ficar distante, portanto, é uma forma de proteção.

Estudos recentes indicam que pessoas infectadas, mas que não apresentam sintomas, provavelmente também desempenham um papel na disseminação da covid-19. Como as pessoas podem espalhar o vírus antes mesmo de saberem que estão doentes, é importante respeitar o distanciamento de 2 metros independente da presença de sintomas.

 

Qual a eficácia do distanciamento social?

Um estudo recente publicado em uma revista de grande impacto,  The Lancet, reuniu resultados de 172 estudos sobre o impacto do distanciamento físico na transmissão do coronavírus realizados em 16 países diferentes. 

Como conclusão, o estudo demonstra que a transmissão do vírus é diminuída quando o distanciamento físico é adotado. Além disso, a transmissão é menor quando a distância entre as pessoas é de 1 metro ou mais, quando comparado com distanciamento de 1 metro ou menos. Para não facilitar para o vírus, recomendamos uma distância ainda maior de 2 metros!

 

Diversas cadeiras coloridas em sala vazia, representando o distanciamento social durante a pandemia da covid-19.

 

Medidas preventivas sempre em atualização...

O conhecimento científico sobre o coronavírus vem se atualizando constantemente. E com as medidas preventivas e o distanciamento físico não é diferente. Os diversos estudos realizados desde o início da pandemia procuram comprovar as melhores maneiras de se colocar a prevenção em prática. 

Com isso, diferentes países podem adotar recomendações preventivas próprias. No Brasil, o Ministério da Saúde orienta, assim como a SES-MG, um distanciamento de no mínimo 2 metros.

Apesar das constantes mudanças e atualizações científicas em relação às medidas preventivas, o benefício do distanciamento físico entre as pessoas permanece como uma certeza na prevenção da covid-19.

Mulher fazendo uma videochamada para manter o contato com outras pessoas, mesmo praticando o distanciamento social.


Agora que você já sabe como funciona o distanciamento físico para a covid-19 e como ele deve ser praticado, não deixe de adotar essas orientações no seu dia a dia. As medidas preventivas contra o coronavírus SARS-CoV-2 são ferramentas úteis para diminuir a propagação da covid-19.

Quer saber mais sobre coronavírus? Siga a SES-MG no Instagram, no Facebook e no Twitter.

*Este post foi escrito pelos alunos da Faculdade de Medicina da UFMG pela parceria da SES-MG com o projeto Adote sua Vizinhança em Tempos de covid-19.

Este texto foi redigido conforme as evidências disponíveis até 03/08/2020.

© 2020 SES - Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. Desenvolvido pela Assessoria de Comunicação Social.