• Banner Blog

Covid-19 na gravidez: o bebê pode pegar coronavírus na gestação?

Autores*: Marcela Meirelles Tozzi, Mateus Jorge Nardelli, Gabriella Yuka Shiomatsu, Vitor Yukio Ninomiya, Ricardo Tadeu de Carvalho.

Covid-19 na gravidez: o que sabemos até agora? Durante a gestação, a saúde da mãe afeta diretamente o desenvolvimento do bebê. Algumas infecções, quando ocorrem nesse período, podem passar da mãe para o feto, gerando prejuízos ao seu desenvolvimento.

Com a pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2), muitos pesquisadores têm questionado se a ocorrência da covid-19 na gravidez pode estar associada a algum prejuízo para a saúde do bebê.

Nos meios de comunicação, o assunto já tem ganhado destaque, como vemos em notícias que falam sobre a possibilidade de transmissão vertical da covid-19 em gestantes e das recentes evidências de um possível impacto do novo coronavírus em gestantes e recém-nascidos.

Mas o que a ciência já sabe sobre o assunto? Entenda mais aqui!

 

O que é transmissão vertical?

A transmissão vertical ocorre quando um microrganismo causador de doença é passado da mãe para o feto. Esse tipo de transmissão pode acontecer de três formas:

  • durante a gestação, através da placenta;
  • durante o parto, pelo contato com o sangue ou secreções vaginais;
  • após o parto, por meio da amamentação.

Esclarecido isso, vamos entender o que se sabe até o momento sobre o novo coronavírus na gestação.

Confira também nosso post sobre a imunidade na covid-19!

Coronavírus e gravidez: o que sabemos até agora?

Alguns estudos já foram realizados e outros estão em andamento. Até o momento, já foram descritos casos de bebês que tiveram covid-19 confirmada no nascimento, levantando a suspeita sobre a possibilidade de transmissão do coronavírus da mãe para o feto. Em todos os casos observados, a maioria dos bebês desenvolveu apenas um quadro leve da doença e nenhum teve sequelas. 

Mulher grávida com as mãos na barriga. É preciso evitar o coronavírus na gestação.

Entretanto ainda são poucos os casos relatados, não sendo possível afirmar com segurança que a transmissão ocorreu durante a gestação, e não por outros meios, como o contato próximo com infectados na sala de parto.

Outro aspecto que tem sido avaliado é o da possível transmissão do coronavírus na amamentação. Até o momento, as evidências disponíveis mostram que o benefício de amamentar é maior que o risco de contaminação pelo vírus. Contudo mais estudos são necessários. Por isso, a recomendação é que as mamães continuem amamentando, pois isso protege o bebê contra várias doenças e é essencial para o crescimento e nutrição saudáveis.

Quais são as recomendações para as gestantes na pandemia?

Para proteger o bebê, as mamães devem se cuidar bastante para evitar “pegar” a covid-19 e passar para o filho. Essa medida é essencial!

Dicas de prevenção contra o novo coronavírus

Se a mãe achar que pode estar infectada ou for confirmada sua infecção, as recomendações são:

  • vá à unidade de saúde para uma avaliação médica. Em caso de suspeita, serão fornecidas máscaras cirúrgicas para isolamento e proteção da amamentação;
  • use máscara cirúrgica durante a amamentação;
  • higienize as mãos com água e sabão antes e depois de amamentar;
  • não utilize nenhum produto nas mamas sem a recomendação do médico, nem lave com muita força e bucha. Isso pode causar fissuras.

Mas atenção, não deixe de ir às consultas do seu pré-natal! Contudo as rotinas de pré-natal mudaram com a pandemia, vale a pena ligar para o serviço que atende você para ver como ele está funcionando. 

O que podemos concluir?

Os conhecimentos sobre a covid-19 na gravidez ainda estão em construção e novas recomendações podem aparecer com o tempo. A possibilidade de uma mãe infectada transmitir a doença para o filho existe, mas ainda precisa ser mais estudada. A amamentação pode ser uma possível via de transmissão, porém, até o momento, seus benefícios para o recém-nascido são maiores do que os riscos.

Veja como aumentar a imunidade neste link!

Resumindo, a principal recomendação para a prevenção da covid-19 na gestação continua sendo a de evitar a contaminação pela covid-19 com o distanciamento social, uso de máscaras, higienização das mãos, entre outras medidas. Além disso, após o nascimento, mantenha a amamentação e evite o contato do bebê com pessoas que não moram em sua casa.

Quer entender melhor os termos e conceitos sobre o novo coronavírus e a pandemia de covid-19? Acesse o nosso Dicionário "Para Entender a Pandemia"!

*Este post foi escrito pelos alunos da Faculdade de Medicina da UFMG pela parceria da SES-MG com o projeto Adote sua Vizinhança em Tempos de covid-19

© 2022 SES - Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. Desenvolvido pela Assessoria de Comunicação Social.