• Banner Blog

Taxa de mortalidade da covid-19: entenda esse conceito!

Autores*: Clara Lopes Machado, Vitor Yukio Ninomiya, Gabriella Yuka Shiomatsu, Ricardo Tadeu de Carvalho.

A epidemia da covid-19  em Minas Gerais trouxe vários conceitos médicos importantes para o cotidiano das pessoas. Com isso, compreender bem alguns desses conceitos, como a taxa de mortalidade por covid-19 e taxa de letalidade, tornou-se essencial ao maior entendimento do perfil da atual pandemia. 

Aqui, explicaremos alguns dos conceitos relacionados à taxa de mortalidade e à de letalidade, bem como suas aplicações sobre os dados epidemiológicos divulgados pela mídia. Quer entender melhor? Acompanhe!

 

O que é taxa de mortalidade?

O termo “taxa de mortalidade” é usado para analisar o impacto de uma doença ou condição em toda a população de uma região. Em outras palavras, pode ser definido como:

 Taxa de mortalidadenúmero de pessoas que morrem por uma causa específica

                                                        número total de pessoas na população

 

Exemplo: suponha que, em uma cidade com 10 mil habitantes, 50 pessoas morreram de acidentes automobilísticos em um período de 1 ano. Nesse exemplo, a taxa de mortalidade por acidentes de carros seria de 5 mortes para cada 1000 pessoas.

Tablet exibindo gráfico de taxa de mortalidade de covid-19.

Foto por Burak K no Pexels

 

Tendo conhecimento acerca desse conceito, podemos concluir que a taxa de mortalidade por covid-19 informa quantas pessoas estão morrendo por esta doença em uma determinada população.

Ampliando este conceito, também podemos calcular taxas de mortalidade referentes a um grupo específico, como um grupo de determinada faixa etária, gênero, doença prévia, entre outras condições em que se desejar subdividir a população.

Qual a diferença de taxa de mortalidade e taxa de letalidade?

Hoje, a taxa de mortalidade da covid-19 no Brasil é de 40 pessoas a cada 100.000 habitantes. Essa taxa e outras medidas epidemiológicas da covid-19 no Brasil podem ser consultadas neste site. Em comparação, a taxa de mortalidade da República de San Marino, que tem sido a maior dentre os países, com 124,32 pessoas a cada 100.000 habitantes, seguida pela  Bélgica, com 85,87 mortes em 100.000 habitantes. Já o Reino Unido, em terceiro lugar, tem a taxa de 68,56 em 100.000 pessoas. Essas informações sobre a mortalidade pela covid-19 em outros países podem ser encontradas aqui

Mapa mundi.

O que é taxa de letalidade?

Outra medida valiosa e facilmente confundida com a taxa de mortalidade é a taxa de letalidade, que avalia o número de mortes em relação às pessoas que apresentam a doença ativa, e não em relação à população toda, ou seja, mede a porcentagem de pessoas infectadas que evoluem para óbito.

Essa tem sido a medida mais utilizada nos boletins epidemiológicos, como o Boletim Epidemiológico de Minas Gerais. Hoje, a taxa de letalidade da covid-19 é de 2,9%.

Podemos citar também outros parâmetros frequentemente estudados como:

  • incidência, que se refere ao número de novos casos em uma população em um determinado tempo; 
  • prevalência, ou seja, o número total de casos em um grupo em um determinado momento.

Diversas condições podem explicar as diferenças nas medidas epidemiológicas referentes à covid-19 entre países e regiões:

  • diferença entre notificações de casos;
  • diferenças entre acesso a sistemas de saúde e qualidade dos mesmos.

Além disso, há diferença na composição das populações, uma vez que a mortalidade tende a ser maior em países com populações mais velhas, por exemplo. Vale lembrar que, por ser uma doença recente, outros fatores ainda desconhecidos também podem estar envolvidos.

Calculadora com cálculos complexos como os de estatística epidemiológica na covid-19.

Agora que você entende como é calculada a taxa de mortalidade da covid-19 e a taxa de letalidade do novo coronavírus, poderá entender melhor os boletins, não é mesmo? Ainda há muito a se descobrir sobre o impacto total desta doença no Brasil e no mundo, e medidas como essas ajudam os pesquisadores a avaliarem o efeito da doença sobre a população. Por isso, é extremamente importante que os casos de covid-19 suspeitos ou confirmados sejam sempre notificados!

 

Quer saber mais sobre coronavírus? Siga a SES-MG no Instagram, no Facebook e no Twitter.

*Este post foi escrito pelos alunos da Faculdade de Medicina da UFMG pela parceria da SES-MG com o projeto Adote sua Vizinhança em Tempos de covid-19.

Este texto foi redigido conforme as evidências disponíveis até 24/07/2020.

© 2021 SES - Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. Desenvolvido pela Assessoria de Comunicação Social.