Funed habilita laboratório da Prefeitura de Belo Horizonte

Para ampliar e descentralizar os diagnósticos de covid-19 em Minas Gerais, e garantir os resultados das análises em tempo oportuno, a Fundação Ezequiel Dias (Funed) habilitou treze instituições públicas para realizar os testes do novo coronavírus em todo o estado. A ação faz parte das estratégias da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) para a identificação precoce dos casos suspeitos, aplicação das medidas de isolamento e controle da transmissão.

Crédito: Divulgação
 

Nesta semana, os laboratórios da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) e da Prefeitura de Belo Horizonte foram habilitados, na região Central. Na semana passada, foram os da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) e Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) nas regiões do Triângulo Mineiro, Norte de Minas e Centro-Oeste, respectivamente. A Unimontes e a UFTM já estão operando, enquanto a UFSJ, PBH e Ufop estão definindo o fluxo de amostras com a SES-MG para iniciar as suas atividades. No mês de julho, com a inclusão dos cinco laboratórios, a Rede amplia a capacidade diária para 3.750 testes por dia.

Segundo a diretora do Laboratório Central de Saúde Pública de Minas Gerais (Lacen-MG) da Funed, Marluce Oliveira, o processo de habilitação certifica que os laboratórios são considerados aptos para a realização de exames para detecção do vírus SARS-CoV-2 por biologia molecular, que é considerado padrão ouro para diagnóstico da covid-19. “É um papel importante e uma reposta rápida que a Funed dá para a sociedade para atender a demanda gerada pela pandemia de covid-19”, afirma a diretora.

Processo de habilitação

Para compor a Rede, os laboratórios precisam atender a critérios mínimos de estrutura e equipamentos, encaminhar a documentação necessária, além de obter resultado satisfatório do estudo de concordância nos testes realizados no painel de amostras preparado pela Funed.

Esse estudo consiste na disponibilização, aos laboratórios, de um painel de amostras positivas e negativas, que são previamente analisadas pela Funed. Os laboratórios devem realizar os exames e reportar os seus resultados à Fundação. Havendo concordância de 100% entre os resultados, será emitido um parecer de concordância e o laboratório é considerado habilitado.

Segundo o coordenador de qualidade do Lacen-MG, Marcelo Pimenta, “é importante ressaltar que o ingresso de novos laboratórios é realizado apenas sob demanda da SES-MG que avalia, entre outros fatores, a disponibilidade de insumos da pasta, a capacidade produtiva da Instituição e a abrangência regional do laboratório”, explica o responsável pela condução do processo de habilitação dos laboratórios na Funed. “Outro ponto de destaque é que não há remuneração aos laboratórios da rede”, reforça o coordenador.[MPA1]

Laboratórios habilitados

  • Parceiros que trabalham de forma integrada com a Funed:

1 - Fundação Hemominas;
2 - Fiocruz Minas;
3 - Laboratório Federal de Defesa Agropecuária (LFDA);
4 - Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

  • Universidades:

5 - Universidade Federal de Viçosa (UFV);
6 - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM);
7 - Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM);
8 - Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes);
9 - Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ);
10 - Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).
11 - Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop)

  • Laboratório municipais:

12 - Secretaria de Saúde de Sete Lagoas;
13 - Prefeitura de Belo Horizonte.

Por: Assessoria Funed
© 2021 SES - Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. Desenvolvido pela Assessoria de Comunicação Social.