Governador presta homenagem às vítimas da covid-19

Romeu Zema se solidarizou com familiares dos mais de 100 mil mortos pela doença no país e reforçou estabilização da pandemia em Minas Gerais

Crédito: Gil LeonardiCom uma fala direcionada às vítimas da Covid-19 em todo o país, o governador Romeu Zema prestou solidariedade aos familiares de mais de 100 mil brasileiros mortos pelo vírus no Brasil, durante coletiva virtual da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), realizada nesta segunda-feira (10/8).

 

"Gostaria de expressar minha solidariedade às mais de cem mil famílias que perderam algum ente querido no Brasil, número que foi completado neste fim de semana. Em Minas Gerais, estamos trabalhando arduamente para que este número seja o menor possível", disse o governador.

Em Minas, até o momento, foram registrados 155.075 casos confirmados da doença e 3.597 óbitos. Com um certo quadro de estabilidade da epidemia no estado, o governador destacou o trabalho realizado pelo governo para que a assistência aos mineiros aconteça de forma eficiente e ágil.

“Num tempo recorde, conseguimos ampliar em mais de 1.600 o número de leitos de UTI, para que não faltasse atendimento a nenhum mineiro que buscasse o sistema de saúde. Além disso, compramos mais de mil respiradores com os menores preços e temos hoje o estado com a menor taxa de óbito por 100 mil habitantes”, pontuou Romeu Zema.

Cenário em Minas

Na primeira semana de efetivação das novas mudanças do Plano Minas Consciente, o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, destacou que a retomada das atividades nada mais é do que uma conquista da sociedade para limitar a transmissão do vírus, por meio do distanciamento social adequado e das medidas de autoproteção sanitárias. “Entretanto, embora o vírus ainda esteja circulando, eu entenderia que no contexto geral nós estamos conseguindo manter esta epidemia estável”, disse Amaral.

O Secretário de Estado Adjunto de Saúde, Marcelo Cabral, destacou que a SES mantém o monitoramento constante de todos os indicadores relacionados à covid-19, o que permite um planejamento mais eficiente frente à situação. “Dessa forma, é possível dizer que, neste momento, não há previsão de lockdown em nenhuma região de Minas”, afirmou.

Surtos

Como parte do controle da pandemia, o Secretário de Saúde explicou ainda sobre o tratamento de ocorrências de surtos no estado, possivelmente associados à covid-19. Nestes casos, a SES-MG presta assistência às instituições atingidas, caso seja necessário. "A covid-19 é uma doença de fácil transmissão e, por isso, uma das características desta epidemia é a ocorrência de surtos em locais onde as pessoas estejam expostas, como unidades prisionais, estabelecimentos de saúde e estabelecimentos de longa permanência”, explica o secretário.

De acordo com o secretário, quando o surto apresenta uma importância maior e a instituição envolvida encontra dificuldades para conter a situação, uma Unidade de Resposta Rápida, composta por profissionais de saúde da SES-MG, vai até a região para orientar e coordenar as restrições necessárias ao controle da transmissão do vírus.

Até o momento, foram notificados ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS-MG) 517 surtos de Síndrome Respiratória Aguda em investigação. “A semana epidemiológica 29 (contabilizada de 12/7 a 28/7) foi o período em que identificou-se o maior número de surtos notificados. A partir desse período, percebemos queda nas notificações”, disse Amaral.

Por: Jornalismo SES-MG
© 2021 SES - Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. Desenvolvido pela Assessoria de Comunicação Social.