O uso de máscaras na prevenção do novo coronavírus

Autores*: Lucas Riolo Salles, Leandra Prates Diniz, Gabriella Yuka Shiomatsu, Vitor Yukio Ninomiya, Ricardo Tadeu de Carvalho.

Antes da pandemia causada pelo novo coronavírus, era quase impensável ver grande parte da população usando máscaras de proteção na rua. Contudo a situação mudou, principalmente após o governo do estado tornar seu uso obrigatório. Mesmo assim, ainda há dúvidas de parte da população quanto a necessidade e ao benefício do seu uso. 

Por isso, nesse post, vamos te explicar qual a importância do uso das máscaras para a covid-19, qual o melhor material para confecção e como realizar sua higienização. Leia mais para se proteger da covid-19!

Por que usar máscaras faciais para proteção?

A covid-19, doença causada pelo coronavírus SARS-Cov-2, é transmitida principalmente por meio do contato com pequenas gotículas que contêm o vírus e são expelidas por pessoas infectadas. Elas entram em contato com as nossas vias aéreas, e novo coronavírus pode começar a se multiplicar no nosso corpo. Portanto, o uso de máscaras é importante como medida de proteção tanto para você mesmo quanto para as pessoas a seu redor.

As máscaras funcionam como uma barreira física para a liberação dessas gotículas no ar quando há tosse, espirros e até mesmo durante conversas. Seu uso é importante principalmente em locais em que não é possível manter uma distância mínima de segurança. Apesar de sua eficácia, seu uso deve ser acompanhado de outras medidas de proteção como limpeza frequente das mãos e distanciamento físico de 2 metros de outras pessoas.

Medidas de prevenção da covid-19.

Existe alguma comprovação da eficácia das máscaras?

Sim, diversos estudos sobre isso foram publicados ao longo dos meses de pandemia. Segundo a OMS, em cenários como o Brasil, onde há transmissão comunitária há indicação do uso de máscaras sempre que as pessoas saírem para ambientes coletivos fora de casa.

A recomendação para o uso de máscara durante a pandemia de covid-19 é mundial.

Photo by Anna Shvets from Pexels.

Além disso, em Junho, foi publicada, em uma das mais conhecidas revistas médicas do mundo, uma meta-análise sobre o uso de máscaras e outras medidas de proteção. Este tipo de estudo é de extrema relevância pois analisa vários outros artigos já publicados e os compara a fim de chegarmos a uma conclusão mais sólida sobre o assunto. Nele, foi comprovada a eficiência de algumas medidas, como o uso de máscaras de proteção, o distanciamento social de pelo menos 1 metro em locais públicos e o uso do óculos de proteção. 

Qual o melhor material para confeccionar uma máscara?

A primeira coisa que devemos ter em mente é que as máscaras recomendadas para o uso geral da população não são as máscaras cirúrgicas (descartáveis) ou as do tipo N95. As primeiras são indicadas para profissionais de saúde e pessoas que apresentem sintomas da covid-19, enquanto as N95 são reservadas para quem trabalha em ambientes ou em procedimentos de altíssimo risco de contaminação, como as UTIs.

Houve atualizações de qual seria o melhor tipo de máscara desde o início da pandemia. Para a população em geral, a indicação mais atual é de máscaras confeccionadas com pelo menos três camadas destes tecidos:

  1. a camada mais interna deve ser feita de um material com boa absorção de água como o algodão ou tecidos similares; 
  2. a segunda camada (intermediária) deve ser composta preferencialmente por um material que não tem afinidade com água, como um tecido sintético (TNT);  
  3. a terceira e última camada também deve ser feita com um material de pouca absorção para evitar a penetração da máscara pelo vírus e contato dele com o nariz ou boca do usuário.

Porém, se você ainda não tem uma delas, continue usando as de tecido duplo e providencie uma tripla o quanto antes.

Como utilizar corretamente sua máscara?

Para utilizar sua máscara de forma correta, siga os passos a seguir:

  1. higienize suas mãos antes de colocar a máscara;
  2. verifique se a máscara está em bom estado e não contém nenhum buraco ou rasgo. Não deve ser feito o uso de máscaras danificadas;
  3. coloque-a de maneira que cubra o nariz, boca e queixo, sem deixar espaços vazios nas laterais;
  4. evite tocar na máscara enquanto a usar, principalmente em sua parte frontal;
  5. troque a máscara caso ela fique molhada ou suja;
  6. higienize novamente suas mãos antes de tirar a máscara;
  7. retire-a por meio dos elásticos ou cordas, evitando contato com a parte frontal da máscara;
  8. realize nova higienização das mãos com sabão ou solução alcoólica de pelo menos 60% de concentração. 

Para higienizar sua máscara:

  • a melhor opção é lavá-la com detergente ou sabão e água quente (pelo menos 60ºC) diariamente;
  • caso não seja possível, você pode deixá-la de molho em solução com cloro a 0,1% (uma colher de sopa a cada litro) por 1 minuto e enxaguá-la ou lavá-la em água em temperatura ambiente e, após a lavagem, realizar fervura por 1 minuto.

Para reutilizar as máscaras quando elas não estão úmidas ou sujas, coloque-as em saco plástico descartável limpo e que não tenha contato com outras superfícies. Segure-as sempre pelos elásticos.

O uso adequado das máscaras durante a pandemia pela covid-19 é essencial.

Photo by Karolina Grabowska from Pexels

O uso de máscaras de proteção para prevenção da covid-19 é de grande importância em um cenário de crescente contágio como o de Minas Gerais. É essencial saber como as máscaras devem ser confeccionadas e como devem ser utilizadas. 

Agora que você já sabe dessas informações, que tal compartilhar com seus amigos e familiares e ajudar no combate da covid-19?!

 

Quer saber mais sobre coronavírus? Siga a SES-MG no Instagram, no Facebook e no Twitter.

*Este post foi escrito pelos alunos da Faculdade de Medicina da UFMG pela parceria da SES-MG com o projeto Adote sua Vizinhança em Tempos de covid-19.

Este texto foi redigido conforme as evidências disponíveis até 30/07/2020.

© 2020 SES - Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. Desenvolvido pela Assessoria de Comunicação Social.